terça-feira, 7 de junho de 2011

Alunos do Acre são obrigados a ver os vídeos do “kit gay”


De acordo com o jornal AGazeta.net do Acre os alunos das escolas públicas da capital Rio Branco estavam sendo obrigados a assistirem os vídeos do chamado “kit gay” que já foi proibido pela presidente Dilma Rousseff.

A denúncia veio por parte dos estudantes que disseram que a direção da escola Armando Nogueira trancava os alunos dentro da sala para que ninguém saísse durante o filme. Os pais também reclamaram e essa polêmica chegou até a Assembleia Legislativa onde os deputados evangélicos resolveram se manifestar.

Os parlamentares ficaram ainda mais indignados ao saber que, apesar de proibidos nos outros estados da federação, os vídeos continuaram a ser exibidos para os estudantes acreanos porque a ação faz parte de um plano piloto em execução em Rio Branco e em Recife.

“Isso é crime. Quer dizer que estão usando nossas crianças como cobaias”?, reclamou a deputada Antônia Sales (PMDB).

O secretário Henrique Corinto, da pasta de Justiça e Direitos Humanos foi convocado pela bancada evangélica e após a conversa declarou suspensa a exibição dos vídeos nas escolas da rede pública da capital.

O assunto gerou polêmica porque em primeiro lugar o kit do Ministério da Educação ainda não tinha sido aprovado, de acordo com o próprio ministro Fernando Haddad. E em segundo lugar por já ter sido vetado pela própria presidente.

Fonte: Gospel Prime

1 comentários:

Santi's Family disse...

Prezado Irmão, pondere, é extremamente incoveniente a foto utilizada no Post. Primeiro, por motivos óbvios e segundo porque apenas está propagando aquilo que lutamos para que não seja propagado. Sei que na Gospel Prime está assim também, mas por favor pondere.

Grande Abraço

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada