quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Quando não houver mais nada a se fazer, Ame

Filipe Flakes

Todo dia uma pessoa é marcada por alguém ou por um relacionamento.
Todo dia alguém sofre algum tipo de abuso, seja ele sexual, físico ou verbal.
Todo dia alguém é vítima da falta de Amor.

O menino que quer tentar limpar seu vidro no sinal;
O chefe ditador;
O rapaz com traços de dependência química que pede uma esmola;
O bêbado fedido que fala com você na rua;
A atendente da loja que parece não querer vender;
A senhora que pede uma ajuda enquanto amamenta seu bebê no colo…

Antes de permitir uma reação, permita-se com o coração.
Quando for falar com alguém não ignore sua história e sua vida.
Todos temos nossas marcas, experiências, medos e falhas.
Claro! Nada justifica a preguiça por procurar um emprego;
A desonestidade e a mentira.
Mas são histórias.
Ao invés de lançar um simples não, se questione: “Por que não?!”

Como Jesus que convidou a prostituta e o cobrador de impostos a caminhar com ele por amor, ame mesmo que pareça loucura para os que estão à sua volta!

Ame.
E quando não não houver mais nada a se fazer, dê um abraço e ame novamente!

Fonte: [Levante Urbano]

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada