quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A Lepra


Alexandre Pepe parabocz

Em um planeta em que milhares de pessoas morrem de fome todos os dias, no qual aproximadamente nove mil pessoas morrem diariamente com AIDS por falta de tratamento, seres humanos pagam quantias exorbitantes para diminuir o nariz ou aumentar os seios para atingir um ideal estético impossível. É triste assumir o fato que a aparência vale muito mais que a essência em nosso mundo!

Hoje li sobre um escritor que, durante uma visita ao Nepal foi convidado juntamente com sua esposa a visitar uma casa para tratamento e reabilitação de pessoas acometidas de Hanseníase. Durante sua visita ao estabelecimento ele se deparou com o que em suas palavras era “o ser humano mais horrível que havia visto”. Tratava-se de uma senhora que havia perdido suas mãos e ostentava dois cotos onde antes havia seus pés. As deformidades comuns na doença acabaram por destruir seu osso nasal de forma que se via toda a parte interna do órgão através do orifício antes ocupado por seu nariz. Nos olhos uma espessa camada de tecido se formara o que a deixou completamente cega. Por todo o corpo viam-se camadas de tecidos mortos e espessos cobertos por faixas sujas. Ao ouvir que alguém se aproximava a senhora foi se arrastando apoiando-se sobre os cotovelos como um animal ferido até chegar perto do casal, De súbito o renomado escritor pensou que ela pediria por esmolas por tratar-se de uma provável favelada. Sua esposa, mais amável e sensata que ele, inclinou-se para atender a pobre senhora tocando-lhe o ombro delicadamente. Foi neste instante que esta senhora começou a cantar o refrão de uma conhecida musica cristã:
“Jesus me ama, disso eu sei por que a Bíblia diz”
Um ano depois deste dia a senhora acabou por falecer deixando tristeza no coração de todas as pessoas que trabalhavam no local. Senti-me vazio quando li a respeito de sua história, pois notei que uma pessoa como esta, que provavelmente reprovaria em qualquer avaliação de beleza atual demonstrou uma beleza interna que eu mesmo raramente demonstro. Certamente mesmo com todas estas deformidades e ainda que tomado pelas chagas de uma doença terrível o Espírito Santo escolheu o corpo desta iluminada senhora para chamar LAR.

Fonte: [Crentassos]

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada