quarta-feira, 31 de março de 2010

O "Evangelho" segundo Herbert Viana!


Cirurgia de lipoaspiração.
Por Herbert Vianna


Pelo amor de Deus, eu não quero usar nada nem ninguém, nem falar do que não sei, nem procurar culpados, nem acusar ou apontar pessoas, mas ninguém está percebendo que toda essa busca insana pela estética ideal é muito menos "lipo-as e muito mais piração?"

Uma coisa é saúde outra é obsessão. O mundo pirou, enlouqueceu. Hoje, Deus é a auto imagem. Religião é dieta. Fé, só na estética. Ritual é malhação.

Amor é cafona, sinceridade é careta, pudor é ridículo, sentimento é bobagem.

Gordura é pecado mortal. Ruga é contravenção. Roubar pode, envelhecer, não. Estria é caso de polícia. Celulite é falta de educação. Filho da puta bem sucedido é exemplo de sucesso.

A máxima moderna é uma só: pagando bem, que mal tem?

A sociedade consumidora, a que tem dinheiro, a que produz, não pensa em mais nada além da imagem, imagem, imagem. Imagem, estética, medidas, beleza. Nada mais importa. Não importam os sentimentos, não importa a cultura, a sabedoria, o relacionamento, a amizade, a ajuda, nada mais importa.

Não importa o outro, o coletivo. Jovens não tem mais fé, nem idealismo, nem posição política. Adultos perdem o senso em busca da juventude fabricada.

Ok, eu tambem quero me sentir bem, quero caber nas roupas, quero ficar legal, quero caminhar, correr, viver muito, ter uma aparência legal mas...

Uma sociedade de adolescentes anoréxicas e bilímicas, de jovens lipoaspirados, turbinados, aos vinte anos não é natural. Não é, e não pode ser. Que as pessoas discutam o assunto. Que alguém acorde. Que o mundo mude.

Que eu me acalme. Que o amor sobreviva.

"Cuide bem do seu amor, seja ele quem for."

Herbert Vianna - Cantor e compositor

Lista dos “10 maiores inimigos dos gays” tem Magno Malta, Silas Malafaia e outros evangélicos. Confira a lista completa


O site gay Cena G, do portal Terra, publicou na semana passada, uma lista com os 10 maiores inimigos dos gays, segundo o veículo. Da relação, constam pelo menos seis evangélicos. Entre os “inimigos” também está o BBB Marcelo Dourado, além de famosos evangélicos do meio político e outros nomes sempre ligados aos direitos dos cristãos.
Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O site tratou os evangélicos listados como se fossem pessoas ruins pelo fato de não compactuarem com as opiniões deles.

Leia a matéria do site gay abaixo:

Da mesma forma que as ONGs e veículos de comunicação do exterior, apresentamos uma lista com as 10 pessoas que são publicamente contra os homossexuais e que de alguma forma expressaram homofobia. A lista está repleta de políticos, principalmente parlamentares ligados a igrejas evangélicas.

Quem encabeça a lista é o senador Magno Malta (PR-ES), que afirmou que o movimento gay quer criar um império homossexual e que ser gay é pecado. Magno Malta faz vista grossa no Senado para os projetos que apoiam os gays. O senador é o responsável maior pelo trancamento de pautas importantes para os Direitos Civis dos homossexuais. Há 15 anos está no Congresso o projeto de lei que prevê a união estável de pessoas do mesmo sexo e há quatro anos tramita uma lei que criminaliza a homofobia e equipara o preconceito contra lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros ao preconceito racial.

Confira a lista e a razão de cada inclusão:

1º – Magno Malta – Senador capixaba, opositor ferrenho do projeto de lei que equipara a homofobia ao racismo.

2º – Silas Malafaia – Pastor da Assembléia de Deus, que mantém um blog em que ofende e chama homossexuais de abominações.

3º – Walter Brito Neto – Deputado Federal pelo PRB-PB que propôs um projeto de lei para impedir casais homossexuais que adotem crianças

4º – Bispo Rodovalho – Deputado pelo DEM/DF, promoveu uma manifestação contra a provação do PL 122 que prevê a criminalização da homofobia

5º – Júlio Severo – auto-intitulado ativista cristão. Em seu blog, promoveu calúnia contra ativistas gays e a intolerância, saiu do país em março de 2010, segundo seu blog para não responder a uma denúncia do MP

6º – Rosângela Justino – psicóloga que prega a terapia de conversão. Proibida de falar sobre seus métodos desde 2009, após sofrer Censura pelo Conselho Federal de Psicologia, pode ainda perder seu registro profissional

7º – Marcelo Crivella – Senador pelo PRB-RJ. Afirmou que a homossexualidade “é antinatural” e faz campanha contra leis que garantem direitos aos gays

8º- Roberto Requião – Governador do Paraná. Além de ofender os gays publicamente com brincadeiras de mau gosto, seu governo levou o estado a ser campeão de crimes contra homossexuais e não há nenhuma lei que combata o crime de ódio contra homossexuais no estado.

9º- Marcelo Dourado – do BBB10, disse que a lésbica Angélica deveria apanhar por ser abusada e por diversas vezes pregou a violência

10º- Juiz Manoel Maximiano Junqueira Filho, da 9ª Vara Criminal de SP. Julgou em 2007 o caso Richarlyson e afirmou em sentença de arquivamento que futebol não era jogo para homossexuais e que gays deveriam fundar uma federação – o magistrado está Censurado desde 2008 pelo Tribunal de Justiça paulista.

Fonte: Terra e Cena G / Gospel+

domingo, 28 de março de 2010

Paródia: Melô do Pastor Sem-Vergonha



Melodia: Assim Caminha a Humanidade – Lulu Santos
(Primeiro tema da noveleca Malhação da Rede Glóbulo)



Eu vou abrir uma franquia
De igreja de milagreria.
Natural ser rico assim,
Tanto pra você quanto pra mim!

Se eu pôr um anúncio na rádio,
Logo você vai ser fisgado.
E traz sua grana pra mim
Em troca de milagre e mais dindim.

Se Deus curar você aqui,
A fama vai ficar pra mim.
Daí a gente vai ficar feliz...
E eu ainda lucro mais!

(Instrumental)

Mas e se tudo der errado
Nem vem me encher o saco, estás ferrado
Eu culpo sua falta de fé:
Eu saio bem, você é que é o Mané.

Nem tente fazer essa cara,
Seu beiço não vai mudar nada!
Você creu numa fantasia
Levado pela sua própria cobiça.

Agora vai ficar tristim?
Problema é todo seu. Que ruim!
Não queria estar no seu lugar.
Apenas não perturbe maaaaais!

Não perturbe mais!
Rapaz!
Ê

(instrumental)

Agora vai ficar tristim?
Problema é todo seu. Que ruim!
Não queria estar no seu lugar.
Só dá a meia-volta e sai!
Não perturbe mais!
Não mais!
Ê
Não perturbe mais!
Rapaz!
Nunca mais!
Ê


Por Avelar Jr.
Também no Não, Obrigado!

sábado, 27 de março de 2010

Revista época - O Império da Igreja de Valdemiro Santiago

De chapéu, uma de suas marcas, o apóstolo Valdemiro Santiago comanda um culto para 50 mil pessoas em São Bernardo do Campo, São Paulo, em janeiro

– Uma das histórias que mais me impressionou (sic) foi de um homem que morreu. Como se diz no Nordeste, ele estava na pedra. A família já tinha recebido atestado de óbito. A filha dele chegou em mim na igreja, me abraçou e disse: “Se o senhor disser que ele está vivo, ele viverá”. O que houve ali foi pela fé dela. Comovido, respondi: “Então, está vivo”. Quando ela voltou para casa, estavam se preparando para velar o corpo e receberam a notícia de que o homem havia voltado à vida. Os médicos tentaram justificar, mas não conseguiram entender como o coração dele voltou a bater. Foi uma ressurreição.


O relato acima foi feito em 2009 pelo líder evangélico Valdemiro Santiago de Oliveira numa de suas raras entrevistas, concedida a uma publicação evangélica chamada Eclésia.

Alto, negro, extrovertido, de fala rouca cheia de erros de português e forte sotaque mineiro, Valdemiro, de 46 anos, é o criador, líder absoluto e autoproclamado “apóstolo” da Igreja Mundial do Poder de Deus. Caçula entre as neopentecostais, a igreja foi fundada em 1998, em Sorocaba, interior de São Paulo. Mineiro de Palma, região de Juiz de Fora, Valdemiro gosta de se definir como “homem do mato” ou “um simples comedor de angu”. Na pregação diária de bispos e pastores e no boca a boca de milhares de fiéis, é reverenciado como milagreiro. Além de afirmar ressuscitar os mortos, cultiva a fama de curar de aids, câncer, cegueira, surdez, tuberculose, hanseníase, paralisia, alergias, coceiras e dores em qualquer parte do corpo e da alma. Num domingo com três cultos, Valdemiro chega a apresentar mais de 30 testemunhos de cura. ÉPOCA tentou falar com Valdemiro durante dois meses. As solicitações foram feitas por meio de assessores e bispos e diretamente a ele, na saída de cultos. Em duas ocasiões, ele prometeu dar entrevista, mas nunca agendou.

Dissidência da Igreja Universal do Reino de Deus, a Mundial é a menos organizada das evangélicas. Seus templos têm instalações precárias. A pregação é classificada por alguns como “primitiva”. Há gritos, choros e performances espalhafatosas. Até suas publicações são visivelmente mais pobres que as das concorrentes. Apesar de fazer quase tudo no improviso, a Mundial já é considerada o maior fenômeno religioso do Brasil desde a criação da Igreja Universal, em 1977, sob a liderança do bispo Edir Macedo. Mais que isso, a Mundial começa a se firmar como ameaça ao império que a Universal ergueu no campo das neopentecostais.

Carismático, intuitivo, meio desafiador, meio fanfarrão, Valdemiro comanda uma estrutura que, de acordo com números da igreja, reúne 2.350 templos, cerca de 4.500 pastores e tem sedes em mais 12 países. Só em aluguéis de imóveis para cultos a Mundial gasta R$ 12 milhões por mês, segundo estima o diretor de compras da igreja, Mateus Oliveira, sobrinho de Valdemiro. Em número de templos, a Mundial superou duas de suas três concorrentes neopentecostais: a Internacional da Graça, do missionário R.R. Soares, e a Renascer, do casal Estevam e Sônia Hernandes. Nos últimos dois anos, a Mundial praticamente multiplicou por dez seu tamanho (em 2008, eram 250 templos). Mantido o atual ritmo de crescimento, ela ultrapassaria a Universal até 2012. A igreja de Edir Macedo afirma ter 5.200 templos e 10 mil pastores.

Uma característica nova na expansão da Mundial está naquilo que o sociólogo Ricardo Mariano, estudioso de religião na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, chama de “pescar no próprio aquário evangélico”. Estudos sugerem que a maior parte dos seguidores da Mundial veio de outras neopentecostais, principalmente da Universal. Poucos eram do meio católico, tradicional fornecedor de fiéis para denominações evangélicas. “Calculo que mais de 50% dos membros da Mundial saíram da Universal, uns 30% da Internacional da Graça e o resto das demais evangélicas ou outras religiões”, diz Paulo Romeiro, professor de teologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e autor de um livro sobre a igreja.

Na cúpula da Mundial, a presença de ex-membros da Universal é expressiva. Estima-se que 90% dos bispos e até 80% dos pastores tenham sido formados por Edir Macedo. O próprio Valdemiro tem origem na Universal, onde atuou por 18 anos. O apetite com que a Mundial avança sobre a Universal aparece até na distribuição geográfica dos templos. Valdemiro tem predileção por instalar igrejas em imóveis que já foram ocupados pela Universal.

Parte do encanto de Valdemiro está na imagem messiânica que ele construiu em torno de si, contando histórias mirabolantes. A mais espetacular está no livro O grande livramento: ele descreve um naufrágio que sofreu em Moçambique em 1996, quando ainda era da Universal. Valdemiro diz que ele e três conhecidos foram vítimas de uma sabotagem, que fez a embarcação afundar a 20 quilômetros da costa. A partir daí, a história ganha ares cinematográficos.

Valdemiro na época pesava 153 quilos (anos depois, ele faria uma cirurgia de redução de estômago). Ele diz que deu os únicos três coletes aos colegas e começou a nadar a esmo. Diz ter nadado oito horas “contra forte correnteza”, “ondas gigantes” e cercado por “tubarões-brancos assassinos” e “barracudas agressivas”. Na travessia, prossegue sua narrativa, um pedaço de sua perna foi arrancado e seus olhos foram queimados por “águas-vivas gigantes”. Quando finalmente chegou à praia, diz ele, dormiu na areia e acordou nos braços de dois estranhos, “africanos seminus”. “Tive a clareza de que os anjos do Senhor haviam me visitado e me dado o livramento”, diz. Dos três companheiros, dois morreram e um foi resgatado. Na época, jornais noticiaram o naufrágio, mas muita gente na igreja duvidou do relato. Um bispo foi à África fazer uma sindicância, mas isso não sanou as dúvidas.

Valdemiro também conta outros três causos de “livramento”. Diz que, numa ocasião, caiu do 8º andar de uma obra, mas nada sofreu. Afirma também que, passeando de carro “na África”, uma bomba de um campo minado explodiu “arremessando nosso carro uns 3 metros para o alto”. Diz ainda que sofreu uma tentativa de assassinato, mas os “matadores profissionais” erraram os cinco tiros. “Assustados, jogaram o rifle para dentro do carro e fugiram”, afirma.

Fonte:
Revista Época
Dica da nossa amiga Márcia.

Não aguento mais o evangelho da prosperidade!

Por que Deus permite que Satanás viva?

quinta-feira, 25 de março de 2010

Charge do Veshame - Horóscopo

O som da trombeta


Tremam todos os habitantes do país, pois o dia do Senhor está chegando (Jl 2.1)

Na exata primeira metade do pequeno livro do profeta Joel há 24 verbos no imperativo. Cada um deles contém uma ordem expressa de Deus. Se levado a sério, o montante desses imperativos poderia mudar maravilhosamente o quadro em que o povo eleito estava.

Em ordem alfabética os imperativos são: acordem, chorem, clamem, convoquem uma assembléia, decretem um jejum santo, dêem o alarme, desesperem-se, escutem, fiquem aflitos, gritem, lamentem-se, ouçam, passem a noite vestidos de luto, ponham veste de luto, pranteiem, rasguem o coração, reúnam as autoridades, toquem a trombeta, tremam, venham e voltem-se para mim.

Na segunda metade, há apenas três verbos no imperativo: alegrem-se, proclamem isto (más notícias) às nações e regozijem-se!

É notável a mudança de tom. O que aconteceu entre os primeiros imperativos e os últimos foram a certeza da culpa, a confissão, o choro e a conversão.

Primeiro, vou acordar; depois, vou me regozijar!

Retirado de "Refeições Diárias com os Profetas Menores" (Editora Ultimato, 2004).

Da série - O Senhor da Criação


Confira outras imagens da série e baixe para o seu PC Clique aqui

segunda-feira, 22 de março de 2010

Vamos pensar um pouco - Crente boca suja



No domingo passado, ao falar sobre o desequilíbrio entre a verdade sem graça (legalismo) e a graça sem verdade (libertinagem), eu mencionei a tendência crescente entre muitos cristãos pós-modernos de soltar o verbo e liberar os palavrões como se fosse a coisa mais natural do mundo. Algumas pessoas me perguntaram se eu não estava caindo novamente no legalismo simplesmente por questionar isso. Vejamos.

Em primeiro lugar é preciso reconhecer que esta é uma questão mais complexa do muitos gostariam que fosse. Já conversei com várias pessoas sobre isso nos últimos anos e tenho a impressão de que muitos pensam que basta citar alguns versículos das Escrituras e assunto encerrado. Mas não é bem assim. O difícil é determinar quando uma palavra é torpe ou obscena uma vez que a linguagem é algo vivo e as palavras e seus significados mudam com o tempo. Algo que era considerado um palavrão nos dias de Jesus ou Paulo pode nem sequer ser utilizado hoje.

Sendo assim temos que lidar com questões sobre contexto, cultura, significado e eu entendo isso, não sou leigo no assunto e não estou tentando desprezar tais considerações.

Por outro lado, será que o valor de nossas palavras deveria ser determinado pelo meio em que vivemos? Se todos à nossa volta estão usando certas palavras, será que isso significa que nós devemos usá-las também?

Algumas pessoas dizem que o uso de palavrão se tornou natural em nossa cultura e que os únicos que ficam ofendidos são os “legalistas religiosos”. Realmente parece que cada vez mais pessoas estão usando palavrão como parte de seu vocabulário. Mas isso não torna o palavrão menos palavrão. De fato, as pessoas usam certas palavras justamente porque elas querem dizer algo para chocar, dar ênfase, ofender, etc. Ou seja, mesmo com o uso cada vez mais corriqueiro, certas palavras continuam sendo torpes e obscenas em nossa cultura.

O comediante americano George Carlin em seu show “Sete palavras que você nunca deve dizer na TV” demonstrou (mesmo que a contragosto) que há certas palavras que são inapropriadas. Bono que o diga. Por usar uma destas palavras na entrega do Globo de Ouro em 2003, ele criou problemas para a rede de TV norte-americana Fox.

Eu gosto da idéia de que se você não usaria uma determinada palavra numa conversa com sua mãe, numa reunião como igreja, numa entrevista de emprego ou para alguém que você acabou de conhecer, então essa palavra parece não ser apropriada para seu uso corriqueiro. Novamente, parece uma idéia simplista (e talvez seja), mas creio que é um começo.

Seria válido falar palavrão para se identificar com as pessoas que estamos tentando alcançar?

Eu me lembro de quando fazia visitas na antiga Casa de Detenção Carandirú em São Paulo. Os presos tinham um código de respeito para com os “crentes” que os visitavam. Não se falava palavrão perto deles. Percebi o mesmo com relação as prostitutas em alguns prostíbulos onde estive com os missionários do Projeto Toque. Quando alguma delas que não nos conhecia começava a baixar o nível das palavras, era logo censurada pelas companheiras. Fico imaginando o que essas pessoas pensariam ao ouvir um discípulo de Cristo falando as mesmas palavras que elas, apesar de usarem, reprovam. Será que elas veriam evidências de uma nova vida no falar deste discípulo?

Como eu disse em minha reflexão, precisamos rever nosso conceito de liberdade cristã. Para muitos, a nova versão de liberdade que eles estão aderindo é apenas uma revisão da velha escravidão que eles pensam ter deixado para trás.

Liberdade cristã não é liberdade para fazer o que quer que eu desejo. Liberdade cristã é liberdade para servir a Cristo e fazer o que Ele deseja. É liberdade para agradar a Deus. É liberdade no Espírito Santo. E o fruto do Espírito é amor, paz, bondade… domínio próprio.

Lutero colocou da seguinte forma em seu clássico texto Da Liberdade Cristã (1520): “Um cristão é senhor livre sobre todas as coisas e não está sujeito a ninguém – pela fé. Um cristão é servidor de todas as coisas e sujeito a todos – pelo amor.”

Quando leio passagens como Efésios 2.1-5 e 4.22, 1 Pedro 4.3, Tito 3.3, dentre outras, há uma indicação clara de que nossa vida antes de Cristo era marcada por certas coisas que já não devem mais persistir uma vez que estamos ligados à Cristo. Os verbos usados – éramos, andávamos, vivíamos – indicam uma condição passada. Mas agora, diz a Bíblia, somos novas criaturas e devemos despir (despojar) a velha condição. Me parece estranho que seguidores de Cristo queiram continuar na condição passada, exibindo os mesmos maus hábitos e caindo nos mesmos erros.

É neste contexto do novo homem que Paulo fala aos Efésios (4.29): “Não saia de vossa boca nenhuma palavra torpe.” (ARA)

O dicionário Houaiss define TORPE como:

1. que contraria ou fere os bons costumes, a decência, a moral; que revela caráter vil; ignóbil, indecoroso, infame
2. que contém ou revela obscenidade; indecente
3. que causa repulsa; asqueroso, nojento
4. que apresenta mácula; sujo

Ou seja, mesmo considerando as mudanças do vocabulário com o decorrer dos tempos, uma palavra torpe hoje continua sendo torpe.

Algumas pessoas argumentam que xingar é ser transparente e honesto. Todavia, o próprio bom senso nos diz que não devemos ser transparentes em tudo exatamente. Ainda que não exista nada em nossa vida que esteja oculto aos olhos de Deus – não há áreas privadas diante de Deus – há todavia, áreas e coisas que fazemos que não deveriam se tornar públicas. Por exemplo, o exercício de nossas necessidades físicas. Ninguém que tenha um bom senso ira advogar que, em nome da transparência, deve-se abaixar as calças em público e se aliviar na frente de todos. Isso seria indecoroso na maioria das culturas e sociedades do nosso mundo hoje. Ou seja, a tal de transparência neste caso me parece mais uma desculpa para obscenidade do que algo sincero.

Todd Hunter, presidente do Curso Alpha certa vez disse: “Como um discípulo de Jesus usa sua linguagem? O amor deve ser o árbitro de todo o falar.”

Quando você manda alguém ir se f**** ou chama uma pessoa de filho da p***, você está demonstrando amor? Você consegue ver a atitude de Cristo nisso? Imagino que não. Não importa o quão transparente você diga que está sendo, a única coisa que sua atitude transparente está demonstrando é a ira e falta de domínio próprio.

Então ouço pessoas apontando outros pecados, dizendo que alguém não xinga, mas odeia de qualquer maneira. Ora, um pecado não justifica o outro. Deus nos chamou para uma nova vida, com novas atitudes e novos hábitos.

Creio que xingar é um mal hábito e como todo mal hábito deve ser desencorajado, procurando livrar-se dele em busca de novos hábitos. Gosto do Bono como artista. Lendo uma de suas entrevistas certa vez, achei curioso que ele mesmo considera o falar palavrão como um mal hábito que ele possui. Mesmo gostando de sua arte, não significa que eu deva gostar ou adquirir seus maus hábitos.

Jesus elevou os padrões para os seus seguidores, em vez de diminuí-los como muitos aderentes da graça barata parecem pensar que Ele tenha feito. Tiago nos chama para um viver comprometido com os pobres e oprimidos ao mesmo tempo em que nos mantemos incontaminados com o mundo – inclusive no falar (1.26-27). Uma simples leitura a carta de Tiago revela que ele tinha muito a dizer sobre o Cristianismo prático e o uso da língua.

Por tudo isso e mais um pouco, creio que os seguidores de Cristo devem evitar ao máximo o uso de linguagem torpe/obscena, especialmente em público.

Que Deus nos ajude a viver não no legalismo nem na libertinagem, mas na verdadeira liberdade no Espírito.

********
Arte: Svetlana Nikulina
Fonte: Blog do Sandro Baggio

Ainda tem gente de Deus - O sonho




Canção: O sonho
Compositor: Stênio Marcius

quinta-feira, 18 de março de 2010

Enquanto isso, na sessão do descarrego - " A chapa vai esquentar"

Solta o verbo, caro leitor! (5)



"Ao meu ver, essas igrejas de movimentos apostatas e liberalistas deforma o verdadeiro ministério da Igreja de Cristo na terra e eleva valores que aproximam este perfil ao caráter da Igreja Asiática: Laodicéia – sem sal sem gosto no meio termo. Temos uma Igreja travestida, cujo a propaganda acarreta uma alegria fútil, mundana e falsa, procurando o meio termo da fé para gerar filhos espirituais para o conformismo, e por fim, o festejo ministerial pelo crescimento e progresso denominado(inchaço). Agitadores do cristianismo popularizado e seguidores do modismo extraviado. Falar da mensagem da cruz e anunciar a Jesus Cristo exige de todos sanidade mental e um comportamento digno - conforme o evangelho e o testemunho de Cristo e dos apóstolos. Estes filhos espirituais de Gandhy se fizeram de louco para ganhar os loucos - mas se esqueceram da consciência e o entendimento verdadeiro desta fé - alargando as portas de acesso a salvação e facilitando os termos da consagração para que o meio incircunciso deste mundo, tenham oportunidade de ter uma Igreja e um Pastor para fazer farra, escândalos e orações fingidas! A nudez espiritual desta Igreja é pior do que um atentado ao pudor. Este movimento afronta e envergonha a Cristo e ultrapassa os feitos deste mundo e a ignorância desta terra. Temos que desejar algo aqui: Volta logo Jesus !!"

Comentário Anônimo.

Quando eu morrer, não quero choro nem vela!



A cara triste da morte passou a fazer parte do cenário humano por conta da entrada do pecado no mundo, através do representante federal de todos os homens, Adão: "Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram" (Romanos 5:12)

A notícia maravilhosa é que a vinda de Jesus ao mundo tornou possível a salvação eterna de todos quantos confiam na obra que Ele realizou na cruz do calvário: "Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo" (Romanos 5:17)

Bem sabemos que a morte é tema de muita discussão, e os livros já editados sobre o assunto abarrotam as prateleiras das livrarias espalhadas pelo mundo.

Para o cristão, mediante o ensino da Palavra, “... o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.” (1 Coríntios 15:26).

De maneira extraordinária, o Apóstolo Paulo ainda discorre sobre esta questão:

“Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrito: Tragada foi a morte na vitória” (1 Coríntios 15:54)

As Escrituras chegam a afirmar que Deus se alegra quando um cristão verdadeiro parte desta vida: “Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos” (Salmos 116:15)

Portanto, quando eu morrer, não quero choro nem vela !

Interessante é ainda notar a certeza que os Apóstolos Paulo e Pedro tinham acerca da salvação de suas almas:

Disse Paulo: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher. Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor. Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne” (Filipenses 1:21-24) ... “Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. Por isso estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor. Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor” (2 Coríntios 5:1,6,8)

Disse Pedro: “E tenho por justo, enquanto estiver neste tabernáculo, despertar-vos com admoestações. Sabendo que brevemente hei de deixar este meu tabernáculo, como também nosso Senhor Jesus Cristo já mo tem revelado. Mas também eu procurarei em toda a ocasião que depois da minha morte tenhais lembrança destas coisas” (2 Pedro 1:13-15)

Nos dias atuais, quantos são os cristãos que têm o mesmo nível de espiritualidade destes dois servos de Deus ?

Sejamos imitadores deles, e que possamos repetir ainda as seguintes palavras proferidas pelo Apóstolo Paulo: “Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” (Atos 20:24)

Fernando Sampaio-Recife - PE

quarta-feira, 17 de março de 2010

Não se pode 'servir a Deus e ao dinheiro', prega Campanha da Fraternidade. Como assim?


Como assim?Ainda não entendi!


Antes:


Hoje:

terça-feira, 16 de março de 2010

Perda de peso



O povo de Samaria carregará sua culpa, porque se rebelou contra o seu Deus (Os 13.16)

Não há coisa pior que carregar a própria culpa. É mais fácil carregar o mundo inteiro nas costas que carregar aquilo que se chama de culpa. Aquele que carrega sobre si qualquer grau de culpa é alguém que é obrigado a comparecer em um tribunal. A culpa se apega ao indivíduo depois que ele comete um delito contra Deus.

Há dois meios de se livrar da culpa. Um deles é aceitar a punição que a justiça exige. O outro é aceitar o sacrifício expiatório que a graça de Deus oferece.

No ritual da antiga aliança o sacerdote colocava ambas as mãos sobre a cabeça do segundo bode e passava para ele “todas as iniqüidades e rebeliões dos israelitas”. O animal carregado de culpa era enviado para o deserto distante e lá permanecia para sempre (Lv 16.20-22). Esse ritual era provisório, sombra de benefício futuros. Desde a vinda de Jesus ao mundo, os sacrifícios foram suspensos porque “o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós” (Is 53.6).

Livre de qualquer culpa e condenação não posso nem quero guardar essa graça só para mim!

Retirado de "Refeições Diárias com os Profetas Menores" (Editora Ultimato, 2004).

Exorcista-chefe da Igreja católica diz que há bispos ligados ao Diabo


O exorcista-chefe da Igreja Católica disse a um jornal italiano que “o Diabo reside no Vaticano” e que bispos estariam “ligados” a ele.
Em entrevista ao diário La Repubblica, o padre Gabriele Amorth, que comanda o departamento de exorcismo em Roma há 25 anos, disse que o ataque ao papa Bento 16 na noite de Natal e os escândalos de pedofilia e abuso sexual envolvendo sacerdotes seriam provas da influência maléfica do Demônio na Santa Sé e que “é possível ver as consequências disso”.
O sacerdote, de 85 anos, disse ainda que há, na Igreja, “cardeais que não acreditam em Jesus e bispos ligados ao Demônio”.
Amorth, que já teria realizado o exorcismo de 70 mil possuídos, publicou um livro no mês passado, chamado Memórias de um Exorcista, em que narra suas batalhas contra o mal.
A série de entrevistas que compõe o livro foi realizada pelo jornalista Marco Tosatti, que conversou com o programa de rádio Newshour da BBC.
Tosatti disse que o Diabo atua de duas formas. Na primeira, a mais ordinária, “ele te aconselha a se comportar mal, a fazer coisas ruins e até a cometer crimes”.
Na segunda, “que ocorre muito raramente”, ele pode possuir uma pessoa. Tosatti disse que, de acordo com Amorth, Adolf Hitler e os nazistas foram possuídos pelo capeta.
O exorcista católico conta em suas memórias que, durante as sessões de exorcismo, os possuídos precisavam ser controlados por seis ou sete de seus assistentes. Eles também eram capazes de cuspir cacos de vidro, “pedaços de metal do tamanho de um dedo, mas também pétalas de rosas”, segundo o sacerdote.

Guerra contra a Igreja

Amorth defende que a tentativa de assassinato do papa João Paulo 2º em 1981, assim como o ataque ao atual papa no Natal passado e os casos de abuso sexual cometidos por padres são exemplos de que o Diabo está em guerra com a igreja.
Em entrevista ao La Repubblica, o exorcista contou que o Demônio “pode permanecer escondido, ou falar diferentes línguas, ou mesmo se fazer parecer simpático”.
Para Tosatti, não há nada que se possa fazer quando o Diabo está apenas influenciando as pessoas, em vez de estar possuindo-as.
Segundo o exorcista-chefe do Vaticano, o papa Bento 16 apoia o seu trabalho.
“Sua Santidade acredita de todo coração na prática do exorcismo. Ele tem encorajado e louvado o nosso trabalho”.
No jornal italiano, Amorth também comentou sobre como o cinema retrata o exorcismo e a magia.
Segundo ele, o filme O Exorcista, de 1973, em que dois padres lutam para exorcizar uma garota possuída é “substancialmente preciso”, apesar de “um pouco exagerado”.
Já a série do jovem bruxo britânico Harry Potter é descrita como “perigosa” pelo sacerdote, pois traça “uma falsa distinção entre magia negra e magia do bem”.

Fonte: O Verbo

segunda-feira, 15 de março de 2010

Novidades - Estamos instalando as salas de Bate-Papo do veshame


Olá pessoal,

Em breve teremos um site apenas para o Bate-Papo.Muita gente nos escrevia pedindo o msn dos integrantes da equipe, mas agora espero que esse impasse seja resolvido. Estamos instalando as salas de Bate-Papo do Veshame Gospel e que em breve estarão disponíveis. As possibilidades e a rapidez na comunicação são imensas, e era disso que as pessoas precisavam para se integrarem de vez ao Veshame Gospel.E você pode conversar com todo mundo enquanto navega na internet, porque iremos criar um página paralela, exclusiva para bate-papo. Aguardem!

Equipe do Veshame

“Igreja” maradoniana diz acreditar que Messi será o novo messias


Para os argentinos da igreja maradoniana, o jogador de futebol, Lionel Messi será o novo messias na copa da África do sul, mas só poderia atingir esse status com a mão de Deus; Veja o que disse Amez Hernan, um dos fundadores da igreja, fundada em 1998 em Rosário, na Argentina, e que conta com mais de 120 mil seguidores no mundo:“Apenas Diego pode fazer com que Messi atinja o mesmo nível do futebol que mostra pelo Barcelona” e completou "Temos o Deus como treinador e o Messias como jogador”
Amez acha que o próximo milagre de Maradona será a consagração de Messi na copa da África, para ai sim nascer um novo "deus" do futebol argentino, da mesma forma que Maradona conquistou o coração dos argentinos com a sua brilhante atuação na conquista da Copa do Mundo de 1986, no México, os seus apóstolos acreditam que agora será a vez de Messi dar alegria ao país.
Veja o que disse um devoto da igreja maradoniana: “Maradona conseguiu, com a bola, o que grandes personalidades da política e religião não conseguiram: que a sociedade pudesse expressar a sua alegria. Podemos criticar Maradona em muitos aspectos da sua vida. Mas não cabe dúvida de que no futebol ele é um deus”
A igreja maradoniana, tem versão própria do pai nosso que diz: "Diego nosso que estás na terra. Santificado seja o teu pé esquerdo...”, pra piorar tem até natal própria, comeram dia 30 de outubro, data do aniversário de "Dieguito"

Fonte: Gospel Prime

Valdemiro Santiago se pronuncia sobre prisão de “pastores” da Igreja Mundial. Assista!


O Apóstolo Valdemiro Santiago, líder e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, falou em seu programa de TV sobre os últimos acontecimentos com alguns “supostos” pastores da Igreja mundial do Poder de Deus.

Valdemiro Santiago diz não conhecer Sebastião Braz Neto, Felipe Jorge Freitas e Francisco de Moura como pastores de sua Igreja, mas sim até podem ser freqüentadores, O apóstolo também isenta o nome da Igreja Mundial do acontecido, até porque a Igreja não tem nada haver com o que seus “membros” fazem.

Como foi noticiado pela Rede Globo os traficantes de armas eram “pastores”; “A apreensão foi na BR-262, que liga Corumbá a Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Segundo a polícia, os dois ocupantes do veículo, Sebastião Braz Neto, de 42 anos, e Felipe Jorge Freitas, de 33, são pastores evangélicos.”

Não é de hoje que a Rede Globo intenta acusações contra Igrejas no Brasil, Renascer em Cristo e Universal já sofreram vários ataques. Sabemos também que a Rede Globo tem essas exclusividades jornalísticas, o que nos faz ter uma “quase” certeza que é forjado ou que é verdade mas com uma ênfase para parecer que a situação é pior que na verdade é, pois apenas uma rede de notícias está sempre presente nessas denúncias e é sempre a Rede Globo.

Em nenhum momento Valdemiro Santiago diz que os traficantes não são de sua Igreja, mas afirma veementemente que não são pastores de sua Denominação e também fala que os tais deveriam ser presos e pagar pelos seus erros.

É a palavra do Apóstolo Valdemiro Santiago contra a palavra da Rede Globo.



Fonte: Gospel Prime


Pastores da Igreja Mundial são detidos por tráfico de armas



Rio - Três pastores da Igreja Mundial foram presos ontem em Miranda (MS) por policiais rodoviários federais. Dois deles estavam com sete fuzis desmontados sob o banco traseiro e escondidos nas laterais das portas de um Vectra. As armas — de fabricação americana, avaliadas em R$ 25 mil cada uma — iriam ser entregues a traficantes do Morro do Martins, em Niterói.

Ao serem abordados pelos policiais, os pastores Sebastião Braz Neto, 42 anos, e Francisco de Moura, 31, chegaram a dizer que foram a Corumbá, fronteira com a Bolívia, para fazer uma pregação aos fiéis. Mas os patrulheiros desconfiaram porque o trio aparentou nervosismo. Depois de uma vistoria no carro, os agentes encontraram as armas acondicionadas e envolvidas por plásticos. Em seguida, o policiais foram a Campo Grande, onde prenderam o pastor Felipe Jorge Fretas, 36. Juntos, eles viriam ao Rio para fazer a entrega das armas. Os três foram autuados por tráfico internacional de armas.

Ontem, em Petrópolis, policiais federais prenderem um casal e apreenderam uma menor de 17 anos. O flagrante aconteceu quando as duas entregavam, ao homem, uma mochila com três pistolas, uma submetralhadora, drogas e quatro radiotransmissores.

Fonte: Jornal O Dia
Dica da Márcia que nos enviou a reportagem

quarta-feira, 10 de março de 2010

Polêmica - BH ganha primeira igreja gay

Foi inaugurada, em Belo Horizonte, uma filial da primeira igreja para gays. Os pastores líderes são homossexuais, casados, e pregam, além do evangelho, o fim do preconceito sexual.



Fonte: Tv Alterosa

Saudosismo



Fui eu quem ensinou Efraim a andar, tomando-o nos braços (Os 11.3)

Assim como o pai ou a mãe se lembram com olhos molhados de emoção do nascimento do bebê e de seus primeiros movimentos, Deus também se lembra ternamente de Israel: “Fui eu quem ensinou Efraim a andar, tomando-os nos braços”.

Essa lembrança se torna mais emotiva e chorosa se o pai ou a mãe comparam os dias de hoje com os dias de ontem, a docilidade da criança de então com a rebeldia do jovem de hoje. O relacionamento presente conduz à lembrança do relacionamento passado. Uma situação assim leva inevitavelmente ao saudosismo — o gosto superestimado pelo passado.

O saudosismo sobrevive de lembranças e por vezes lança mão também da imaginação. Na maior parte das vezes caminha das lembranças mais remotas para as lembranças mais recentes. Mas pode acontecer o inverso. De qualquer modo, o saudosismo é sempre uma incursão na história.

O saudosismo pode ser um instrumento de terapia, enquanto não for uma idéia fixa.

Não me afastarei do padrão básico de fé e de comportamento no tempo e no espaço.

Retirado de "Refeições Diárias com os Profetas Menores" (Editora Ultimato, 2004).

terça-feira, 9 de março de 2010

Pão diário com código da besta?!

Foto ilustrativa

Acabei de chegar de um grande shopping de Fortaleza. Como de costume, procurei adquirir o Pão diário - aquele livrinho para devocional - na loja única loja de conteúdo evangélico. Como estava decidido, nem procurei algum atendente; me dirigi ao caixa levando dois exemplares. Enquanto aguardava na fila, uma atendente, atenciosa, me perguntou se eu havia sido atendido por algum deles e em seguida me mostrou outra opção de devocional (Leituras Diárias Vol 1 de C. H. SPURGEON) mais caro porém de maior conteúdo. Pra tentar me convencer, ela falou que havia um desconto de 20% e que o Pão diário era "infantil". Estranhei o uso da palavra "infantil" mas tentei consertá-la dizendo que de fato era um livro mais recomendado para evangelização. Ela concordou. Continuo mostrando o livro. Feita a propaganda, resolvi trocar um dos exemplares do
Pão diário pelo "novo"devocional. Achei que estava tudo resolvido, mas ela continuou insistindo que eu trocasse o segundo Pão diário também mas eu falei que tinha intenção em levá-lo mesmo assim. A insistência não parou por aí e fui então surpreendido : a atendente, com um ar de mistério e confessando em tom particular disse que eu não deveria ficar assustado ou algo parecido mas o Pão diário logo iria sair das prateleiras da loja pois continha no código de barras 3 algarismos "9" (espaçados) e que invertidos formam o conhecido número da besta ("666"). Explicou ainda que não haviam sido retirados para não causar escândalo. e que muita gente só está interessado em vender. Ainda surpreso, e achando um absurdo falei que ela de fato acabara de me escandalizar. Contrariado, comentei que tantos produtos contiam o tal código de barras, incluindo comidas e etc. Ela logo se calou mas em seguida ainda tentou "forçar a barra" ao citar uma passagem do livro de João que não me recordo. Ao tentar tirar a nota do pedido para pagamento, a impressão falhou e ela então insinuou que era um sinal do problema com o Pão diário (o código de barras da besta). No mesmo instante, peguei um CD que estava ao lado, virei o verso e mostrei que o mesmo também continha o tal código de barras com o número da besta. Ela não se rendeu : - É sua consciência com Deus. Fui então pagar a compra ainda boquiaberto com tanta alienação. Fui......Me perguntando ainda até agora: 1) A tal história de retirar o Pão diário é verdadeira (semana retrasada estive na mesma loja e vi os mesmos exemplares nas prateleiras)? Por quem ela foi instruída? Ela ganha mais comissão vendendo o devocional mais caro e por isso tentou me convencer a trocar a todo custo? As pessoas que fazem e divulgam o Pão diário sabem disso?

Autor: Guilherme Nathanli

Bons tempos que não voltam, mas nunca serão esquecidos! (6)

Ótica Gospel - Evangelize até com os olhos!


Trivia: Qual seria o lema?


a) "Saúdem todos os irmãos com óculos santos."

b) "Não lancem seus olhos fora ainda."

c) "Se os olhos são a lâmpada do corpo, os óculos são os abajures."

Extras:

"Evangélicos não-gospel favor não insistir."

"Ajudando você a enxergar melhor o cisco no olho do seu irmão."


Por Avelar Jr.
Também no Não, Obrigado!


domingo, 7 de março de 2010

O Profeta, a Telespectadora Gospel e a TV

[Clique na charge para ampliá-la]



Também publicado no Não, Obrigado!

sábado, 6 de março de 2010

INRI CRISTO e a Versão Mística de Toxic de Britney Spears

Este video foi nos enviado pela Gilmara Coletto. Já tinha publicado anteriormente outro vídeo desse "louco" que afirma ser o Cristo, mas esse é simplesmente rídiculo!

Como vocês, as "Inricrestes":

Ateus oferecem pornografia em troca de textos religiosos


A polêmica está pegando fogo no campus da Universidade do Texas. O grupo Agenda Ateísta lançou uma controvertida campanha chamada "Smut for Smut" (algo como "Sujo por sujo"), na qual está oferecendo material pornográfico para estudantes maiores de 18 anos que entregarem qualquer texto religioso.

"Estamos comparando textos religiosos à pornografia", disse à Fox Carlos Morales, membro do grupo.

O Agenda Ateísta esclarece que vale qualquer obra religiosa, e não apenas a Bíblia, sagrada para os cristãos. O grupo afirma que nada pornô é pior do que aquilo que está escrito em alguns trechos de livros religiosos.

A campanha esquentou e ganhou muitos inimigos, como a caloura Monica Coronado:

"Não entendo que comparação pode haver com a palavra de Deus".

Fonte: O Globo

Enquanto isso, na sessão do descarrego - A rosa do pai das luzes

 
Pesquisa personalizada