terça-feira, 8 de junho de 2010

A soberania de Deus



E o Senhor deu ordens ao peixe, e ele vomitou Jonas em terra firme (Jn 2.10)


Porque é o Soberano Senhor, Deus pode expedir livremente suas ordens. Se o mero centurião poderia dizer a um soldado “vá” e a outro “venha”, e o primeiro ia e o segundo vinha (Mt 8.9), por que Deus não poderia fazer o mesmo e muito mais?

No pequeno livro de Jonas, Deus dá muitas ordens. A primeira ordem é dada ao profeta: ele deve viajar para Nínive e anunciar a destruição da cidade (Jn 1.1,2). A segunda ordem é dada ao vento: ele deve provocar uma grande tempestade no mar (Jn 1.4). A terceira ordem é dada a um grande peixe: ele deve engolir por inteiro o profeta (Jn 1.17). A quarta ordem é dada outra vez ao grande peixe: ele deve vomitar Jonas em terra firme (Jn 2.10). A quinta ordem é dada a uma planta: ela deve crescer sobre a cabeça do profeta para protegê-lo do calor (Jn 4.6). A sexta e última ordem é dada a uma pequena lagarta: ela deve atacar a planta e fazê-la morrer (Jn 4.7).

Todos obedecem prontamente, exceto o profeta, que foge para Társis!

Se até o vento, o peixe, a planta e a lagarta obedecem ao Senhor, eu farei o mesmo!

Retirado de Refeições Diárias com os Profetas Menores (Editora Ultimato, 2004).

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada