terça-feira, 6 de abril de 2010

Passando por cima das feridas



As vezes temos que “passar por cima” de nossa raiva, nosso ciúme ou nossos sentimentos de rejeição e seguir adiante. Somos tentados a ficar presos a nossas emoções negativas como se lá fosse nosso lugar. Então nos tornamos “o ofendido”, “o esquecido” ou “o rejeitado”. Sim, podemos nos vincular a essas identidades negativas e até mesmo ter um prazer mórbido com isso. Talvez seja uma boa idéia dar uma olhada nesses sentimentos obscuros e tentar descobrir de onde vêm. Mas então chega o momento de passar por eles, deixá-los para trás e seguir adiante em nossa viagem.

- Henri Nouwen, Pão para o Caminho, leitura do dia 9 de Janeiro.

2 comentários:

Lu Rodrigues disse...

Muito boa postagem, tudo a ver com o tipo de texto que costumo postar no meu blog:

http://tende-animo.blogspot.com/

Irmão Henrique disse...

Estava precisando ler isso. Obrigado.

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada