quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Expulso, pastor processa igreja e pede R$ 1 milhão



Rafael Ferreira, que se diz ex-homossexual, acusa a Mundial de preconceito


Depois de denunciar que foi vítima de espancamento por parte de um colega de trabalho, o pastor Rafael Alves Ferreira foi expulso pelos dirigentes da Igreja Mundial do Poder de Deus, em Cuiabá. Rafael decidiu, então, mover uma ação de indenização por danos morais. Os advogados do pastor devem pedir uma indenização de R$ 1 milhão à igreja.

Em entrevista ao MidiaNews, Rafael contou que, quando estava dormindo, foi acordado "aos murros" por outro pastor, conhecido como Jademir. Segundo ele, a agressão pode ser justificada pelo fato dele ser "ex-homossexual".

Rafael garantiu que a agressão foi motivada pela intolerância do colega, que, segundo ele, não acredita na sua conversão à religião. Rafael era o responsável por conduzir os trabalhos da ala jovem da igreja da Capital. Frequentemente, ele ocupava espaço no Canal 8 (ex-TV Bandeirantes), arrendado pela Igreja Mundial do Poder de Deus para mostrar os trabalhos realizados pela instituição.

Tudo começou no fim de semana passado, quando Rafael decidiu registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil, registrando a agressão sofrida. A atitude do colega, para ele, é um gesto de preconceito, já que ele garante não praticar mais atos homossexuais. "Um pastor que é preconceituoso e homofóbico jamais pode ser chamado de pastor", afirmou.

Rafael Ferreira também revelou que, após o ocorrido, o pastor Jademir, acusado de cometer a agressão, ainda fez um comentário preconceituoso sobre o caso. "Ele ainda andou dizendo que o Ibama fez uma visita a ele, porque teria batido em um 'veado'", contou.

Ele também se disse indignado com o descaso da igreja, que o expulsou antes mesmo de ouvir a sua versão sobre os fatos. Na avaliação dele, isso é prova de que os dirigentes da Mundial não aceitam o fato dele ter sido homossexual e hoje ser convertido.


Fonte: MidiaNews





2 comentários:

Luciano Esposito disse...

Pastores pegados pelo laço é assim mesmo

lui disse...

Gostaria de saber para onde foi este pastor?Pediu
pouco.Essa igreja é muito rica.Como acreditar na conversão alheia se eles mesmos não sabem o que é isso.

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada