terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Conheça os segredos da dieta de Jesus para você emagrecer com saúde



 
A dieta de Jesus foi um dos grandes temas das reportagens sobre alimentação saudável de 2009. Pregando uma alimentação parecida com a seguida por Cristo, esse regime alimentar proíbe o consumo de carnes de animais que ruminam e incentiva consumo de pães, peixes e até vinho. Confira mais detalhes sobre essa dieta, listados no livro homônimo, da autora Heloisa Bernardes.
 
Segundo a autora, a dieta inspirada na alimentação registrada na Bíblia permite a ingestão de pães graças à capacidade desse alimento de baixar o nível do colesterol ruim no sangue, aliviar a prisão de ventre e aumentar a sensação de saciedade. Para melhorar seus benefícios, opte pela versão integral e fique atenta ao consumo.
 
Peixes também estão liberados por serem fontes de nutrientes e gorduras poli-insaturadas como o ômega-3, que diminui os riscos de doenças cardiovasculares e combate o mau colesterol. Esse alimento também possuí proteínas que favorecem o processo de digestão.



Também graças as suas gorduras do bem, o azeite está presente na alimentação inspirada nos tempos bíblicos. Considerado um alimento funcional, o azeite diminui a mortalidade por infarto.


 

Entre as ervas a recomendada para o consumo é o alecrim. Seus ramos perfumam as receitas, tornando mais simples a diminuição do consumo de sal, são diuréticos e auxiliam na digestão.

 
Como em toda boa alimentação, as verduras e legumes também se fazem presente. Fonte de sais minerais e vitaminas, a alface recomendado pela dieta tem pouquíssimas calorias, diminui o inchaço e ainda tem efeito calmante.

E como nem só de saladinhas sobrevive uma pessoa de dieta, o livro sugere também o consumo moderado de vinho. A bebida tem substâncias antioxidantes que preservam a saúde do organismo, além de auxiliar na digestão e prevenir males como pedras nos rins, segundo estudo da Harvard.









                                                                                                                 
Fonte: Abril

4 comentários:

c a s a n a r o c h a disse...

tem muito crente que vai entrar nessa dieta só por causa do vinho!

amanda disse...

Apesar do uso da expressão "Dieta de Jesus", o que por si só, me levou a não querer ler a matéria, por ter um tom zombeteiro. quero referendar aqui a utilidade do mesmo. Deus sempre foi Deus... simples assim. Coisas simples inspiradas nas recomendações do povo dele, praticadas a mais de dois milênios, continuam sendo confirmadas. Amei!

João Paulo Fernandes disse...

Amanda

Concordo plenamente com vc! A dieta indicada na matéria é válida e se aplicada, acredito que trará ótimos resultados. O que me deixa de fato irritado é que tudo que se faz hoje em dia coloca-se o nome de Jesus como MERCHANDAGEM!

JJBrazil disse...

Olha pessoal, quero entender porque "a dieta de Jesus" ??? Que eu saiba Ele jejuava e não fazia dieta... e não sei se eles tinham tanta fartura assim de alimento naquele tempo, pelo menos não é o que parece... agora de uma coisa eu sei, o pessoal vai é cair no vinho e tomar um simplório "cálice" (alguém tem cálice em casa? não aquele da paróquia)depois de se alimentar de cada item, disso eu não tem dúvida.

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada