quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Qual a semelhança entre o Orkut e o Movimento Evangélico atual?



Há certas piadinhas que começam assim: “Qual a semelhança entre ....”. Proponho, então, mais uma: “Qual a semelhança entre o Orkut e o Movimento Evangélico atual?”. Você tem 10 segundos para pensar.

Bem, a resposta é a seguinte. O Orkut possui várias comunidades com pessoas, assuntos e estilos diferentes. O Movimento Evangélico no Brasil, e no mundo, também é constituído de inúmeras igrejas (algumas coincidentemente se chamam comunidades) com pessoas, assuntos e estilos bem diferentes.

Até aí, nada demais. O problema é que muitos crentes, se é que são crentes, vêm tratando a igreja como tratam o Orkut. Neste site de relacionamentos você tem a oportunidade de se associar com várias comunidades ao mesmo tempo. Cada uma delas possui características que lhe agradam e/ou se adéquam ao seu perfil. Assim, poderá participar da “Queremos Coca-Cola 20 litros” e também da “Eu odeio acordar cedo” e será aceito por ambas.

O Movimento Evangélico também oferece igrejas capazes de satisfazer várias das preferências do homem moderno. Pode-se participar da “Igreja eu adoro música legal”, da “Comunidade Evangélica Eu procuro uma namorada (o)” e também da “Igreja Ninguém se mete na minha vida”. Interessante é que, assim como no Orkut, muitos participam das três, vão para o retiro das três e “se sente bem” em todas elas.

Atualmente, pela diversidade de igrejas, é comum ouvirmos pessoas que dizem procurarem uma comunidade “que mais lhe agrada”, ou “mais à minha cara” e também “onde eu possa adorar melhor”. Porém, na maioria dos casos que conheci, as pessoas na verdade queriam era participar das comunidades “Eu odeio pregação sobre pecado”, ou “Eu odeio louvor com reverência”, também da “Eu odeio igreja que disciplina” e mais a “Eu odeio igreja que não grita”.

Escolher uma igreja, entretanto, é completamente diferente de escolher uma comunidade no Orkut. O Orkut nos serve adequando comunidades ao nosso perfil. Mas a Igreja não foi criada para nos servir, mas para servir ao Senhor Jesus Cristo (Ef 5:24a). A Igreja não foi feita para amoldar-se ao perfil e as preferências dos homens e assim atraí-los a ela; porém, diferente disso, a igreja é chamada para atrair homens e mulheres através da pregação pura e simples do Evangelho (1 Cor 15:1-4).

O crente humilhado diante da misericórdia e da graça de Deus não procurará uma igreja baseado em critérios puramente pessoais, egoístas e mundanos. Todavia, seu critério será unicamente bíblico, ou seja, a igreja que escolherá prezará pela centralidade das Escrituras como regra de fé e prática. Esse tipo de comunidade, se houvesse uma no Orkut, certamente se chamaria “Eu amo a Glória de Deus”.

‘Im omnibus glorifecetur Deus”

Fonte: Lentes espirituais

2 comentários:

Adalberto A. R. Taques disse...

Outra semelhança são os donos de "comunidades"... Assim como no orkut pode-se criar uma, estabelecer suas regras e até tornar-se popular, no movimento evangélico mtos estão criando suas próprias igrejas.

João Paulo Fernandes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada