quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Pastor diz que "inspiração divina" o motivou a sequestrar avião no México



Um boliviano identificado como José Marc Flores Pereira é o único acusado pela polícia do México de sequestrar o voo 576 da empresa Aeroméxico, naquele país, nesta quarta-feira. Isso porque, segundo o secretário da Segurança Pública, Genaro García Luna, o boliviano disse ter agido devido a uma "inspiração divina", sozinho e sem bomba alguma.

Conforme o secretário, às autoridades, Pereira, de 44 anos, afirmou ter tido "uma revelação de que o México estava diante de um perigo, de um terremoto". Essa "revelação", segundo o testemunho de Pereira à polícia, teria ocorrido hoje por ser 9 de setembro de 2009 (9/9/9), já que, "se esses números são colocados de ponta-cabeça, fica 666", que é o número da besta.

O avião voava de Cancún com destino à Cidade do México quando, ainda conforme García Luna, o pastor disse a uma aeromoça que estava acompanhado de outras duas pessoas e que detonaria uma bomba a bordo, a menos que conseguisse falar com o presidente Felipe Calderón. Em seu depoimento, ainda segundo a versão da polícia, ele teria dito que os seus comparsas eram "Deus e o Espírito Santo" e que não havia bomba alguma.

Na chegada ao aeroporto, Pereira chegou a reivindicar que o piloto sobrevoasse o aeroporto de Cidade do México sete vezes antes de pousar, mas teve o pedido negado por limitação de combustível. Mais cedo, o Ministério de Transportes do país já havia anunciado que, durante o sequestro, ninguém havia entrado na cabine de controle nem representado real ameaça à segurança de voo. Entre os passageiros havia um deputado mexicano e estrangeiros.

Diante dos jornalistas mexicanos, Pereira afirmou que queria chamar atenção "para que nos unamos sem diferenciação, sem religião, para clamar pelo México". Usando jeans e botas de vaqueiro, ele confirmou que queria dizer a Calderón "que Deus nos fala nestes tempos e que ele fale no Zócalo [praça central] que, quando o homem disser 'bendito seja Jeová', o povo de Deus responderá 'bendito seja Jeová'."

García Luna afirmou aos meios de comunicação mexicanos que o boliviano já esteve detido, em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), vive no México há 17 anos e é "viciado em álcool e em drogas". O secretário não soube informar por quais crimes Pereira poderá ser processado.

De acordo com a agência de notícias Efe, Pereira tem um site na internet pelo qual vende CDs e diz ser um "evangelista internacional, com testemunho impactante de como Deus o salvou da cocaína e do álcool".

Durante entrevista aos meios de comunicação mexicanos, o secretário explicou que as outras cinco pessoas presas ao lado do pastor não têm ligação com o caso e que foram detidas, logo que a polícia invadiu a aeronave, para assegurar que suspeitos não escapariam entre reféns.

Fonte: Folha Online:
Video: Globo


1 comentários:

Lion of Zion disse...

Oi estou procurando novas parcerias. Tanto para troca de Banners ou links.

Procure pelo LION OF ZION.

Abraço!

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada