quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Minha filha foi sequestrada e assassinada...e Deus?




* Para os que acham que as cartas que o Caio Fabio escreve são fictícias


----- Original message -----

From: MINHA FILHA FOI SEQUESTRADA E ASSASSINADA… E Deus?...

To: contato@caiofabio.com
Sent: Wednesday, September 30, 2009 12:29 am
Subject: luto e Paz

Anapolis, 29 de setembro de 2009.
Querido pastor Caio Fábio,


 Eu sou uma mãe que acaba de perder uma filha linda, maravilhosa de 26 anos, com apenas cinco meses de casada... Hoje faz sete dias que a perdemos...


Ela era poesia, cor, música e sensibilidade...


Nós  somos uma família que conheceu Jesus quando as nossas três meninas tinham entre três e oito anos. Passamos por grandes lutas e desafios e congregamos na igreja presbiteriana do setor sul de Anápolis com o PR Ronaldo Cavalcante.


Caio Fabio, seguimos os seus passos todas as vezes que você esteve por aqui.


Quarta feira passada por volta das 13 horas meu marido me falou que tínhamos que ir para Goiânia porque a nossa filha do meio, a polyanna, tinha desaparecido...a minhas pernas sumiram....mas eu levantei e entrei no carro para ir para Goiânia pois ela morava lá e estava casada e feliz.....


Apenas com  26 anos a publicitária mais conhecida da cidade por causa da sua alegria e capacidade de incentivar empresários a acreditarem em seus próprios negócios.


Os homens da família foram para a delegacia... e nós as mulheres da família ficamos 30 horas orando, clamando a deus e esperando o pedido de resgate, tendo em vista que o caro já havia sido encontrado com seus pertences dentro e o mesmo havia sido queimado para apagar provas e digitais, dificultando o trabalho da policia...


Oramos sem cessar e ouvimos, e lemos a Palavra; e tivemos a certeza de que o resgate seria pedido e esperamos que ela voltaria para nós e com  sua tremenda capacidade poética e criativa e como uma menina apaixonada por Jesus ainda escreveria um livro para promover quebrantamento e conversão em muitas vidas....


A única palavra que eu queria ouvir nestas 30 horas de vigília e emoção, aflição e angustia profunda era: "a  encontraram"...; ou um toque de telefone com o com o pedido de resgate...


Finalmente alguém entra naquela casa onde estávamos amigos e parentes amontoados na sala escorregando do sofá para o chão, então ouvimos: “achou”, mas foi encontrada morta com dois tiros...


Acabei de ler sobre o amor de pai que agradece a deus por saber que seu filho, para ficar livre desse mundo, tenebroso chamado por Jesus... Não consigo neste momento ter este sentimento de gratidão porque tendo certeza de que não era esse o desejo dela também...


Nós todos estávamos fazendo uma campanha de oração e eu sei quais eram os planos dela para o futuro... Planos de paz, de criação, de crescimento, para que o mundo conhecesse o talento gratuito que deus lhe deu...


Não posso considerar que a minha não aceitação é egoísta... ela queria viver aqui com o seu querido marido a  lua de mel que a esperou por 8 anos, ela queria ter filhinhos e levá-los para jogar bola com o avô que não teve meninos, só meninas, ela queria realizar sonhos comunitários.


No ano passado ela criou um site: www.amigoinedito.com.br  para movimentar os internautas a fazerem boas ações e registrarem seus depoimentos neste site.


E agora... Eu entendi a resposta que deram  para o “mano”, mas voltar a falar com deus esta difícil demais...


Ainda não sabemos quem foi o sujeito que atirou nela, mas eu não posso acreditar que foi vontade de deus... se foi o ódio do inimigo das nossas vidas eu pergunto por que Jesus deixou assassinos interromperem a caminhada de uma mensageira de Deus ???


Resposta:


Minha irmã amada: Graça e Paz!


 Do meu ponto de vista..., Adão não deveria ter pecado; Caim não deveria ter matado Abel; os filhos de Caim não deveriam ter construído Babel; Cão não deveria ter “abusado” na nudez do pai, Noé; Abraão não deveria ter gerado filho de sua serva, Hagar; Jacó não deveria ter enganado Esaú e nem Esaú deveria ter trocado a “bênção” por um prato de lentilhas; os filhos de Jacó não deveriam ter traído José; Moisés deveria ter entrado na Terra de Canaã; a filha de Baraque não deveria ter sido morta pelo voto do pai; Sansão não deveria ter morrido daquele jeito; Davi não deveria ter surtado nunca; e, por isto, não deveria ter perdido nenhum filho; Isaías não deveria ter sido serrado pelo meio; a mulher de Ezequiel não deveria ter sido morta como parábola para ensinar os incrédulos; Oséias não deveria ter sido tão infeliz no casamento; os inocentes deveriam ter sido poupados em todas as chacinas; nenhuma criança deveria ter morrido pela ambição dos adultos; nenhuma mãe jamais deveria ter comido seus filhos no auge da fome; João Batista deveria ter vivido vida longa e honrada, ao invés de acabar sem cabeça em razão de uma bunda bonitinha; Jesus, O Verbo, A Palavra, não deveria ter sido morto; a Ressurreição não deveria ter sido tão discreta...; os apóstolos, como Tiago irmão de João, não deveriam ter sido mortos por nenhum capricho [e todos foram...]; Paulo não deveria ter sido morto justamente quando os cristãos mais precisavam dele; milhares de testemunhas também nunca deveriam ter morrido uma morte sem sentido, banal; enquanto os maus prosperam; enquanto a injustiça foge do juízo; enquanto a verdade é pisoteada; enquanto a maldade se torna poder; enquanto gente boa some... sem explicação...


Sim, entregue a minha visão menor do que a de uma ameba e mais egoísta do que eu mesmo consigo discernir a profundidade do egoísmo, eu poderia consertar o mundo; impedir todas as injustiças; ajudar Deus a ser Deus; determinar o melhor pro mundo, pros meus filhos, pra minha vida; enfim, eu, entregue a mim mesmo, seria tão cheio de boas idéias..., que ninguém que eu amasse morreria; sim, ninguém...; e se morresse seria com meu consentimento, entendimento, compreensão e apoio a Deus na Sua soberania!...


Ah, se eu fosse o Deus do mundo ninguém morreria; ou, então, ninguém que eu gostasse; e, da minha casa, certamente ninguém morreria; não enquanto eu estivesse vivo...


Eu, todavia, há muito aceitei e vi que de fato não vejo; percebi que de fato não discirno; entendi minha limitação de entendimento; constatei que meu melhor amor é ainda por mim mesmo e por meus sonhos; aprendi que meus amores são “meus” e por “minha causa”; pois, morre o vizinho, e não sinto; morre o jovem da esquina, e logo esqueço; milhares são vitimados, e eu apenas lamento; o mundo acaba em vários lugares da terra, e eu agradeço que não seja AQUI...; e, aqui, é onde moro, vivo; e AQUI não posso conceber que aconteça o que no mundo inteiro acontece...


O que não dá é para sofrer em nome de sua filha os sofrimentos que ela não está sofrendo...


Sim, pois você queria ver a sua filha casada e feliz no casamento; tendo filhos; se realizando profissionalmente; etc... Esses são os seus sonhos e um dia foram os dela... Mas saiba: AGORA já não são [...] mais sonhos dela, mas apenas seus [...] por e para ela...       


Hoje, para ela, o melhor marido é nevoa perto da Glória; a melhor lua de mel é amarga se comparada à alegria dela; os filhos mais lindos são miragens quando comparados aos encontros de amor que ela está tendo; as realizações profissionais que lhe orgulhariam, hoje, agora, para ela, são as canseiras e os enfados que cessaram...


O problema é que você não teve tempo para se realizar nela!...


É claro que a dor é indescritível... E ninguém pode dizer que não conheço tal dor... Mais de uma vez...


Todavia, é como pai que perdeu filho; como filho que perdeu pai; como irmão que perdeu irmão; como amigo que já perdeu milhares de amigos, que lhe digo que meus sentimentos seriam todos como os seus, não fosse o fato de que discerni faz tempo, que a maior dor dos enlutados é ainda egoísmo pelo outro [...] cuja alegria está plena, mas não a nós...; e, também, vi que tais sentimentos são todos o resultado de minha vontade de me ter nos meus filhos, de me reproduzir neles e assistir tal fato; ou seja: descobri com toda honestidade que minha frustração era não poder gozar a vida neles [...], nos que foram...


Entretanto, hoje, o que lhe digo parece sem coração e fácil de dizer...


Mas não é...


O que é então que me faz dizer o que digo?...


Ora, é a simples coerência com a fé que professo; é a simples coerência com Jesus; é a simples coerência com a existência que mata os homens dos quais o mundo não é digno; é coerência com João Batista, que não era inferior ao meu filho Lukas, e, mesmo assim, morreu por um capricho...


O que posso lhe dizer é que somente a transcendência da fé que se projeta para a Vida que é, sim, somente tal poder pode nos fazer vencer tal dor; a qual, por mais legitima que seja, sempre mistura amor e egoísmo; sempre mistura fé com privilegio; sempre crê que a vida eterna é uma belezinha apenas para quando a gente estiver caquético...


Leia os evangelhos e veja se é justo você pensar que a vida dos discípulos de Jesus esteja para além da calamidade!...


Sei que no momento minha resposta chega a você como vinagre na ferida... Infelizmente, no entanto, não tenho consolações vazias; e nem digo a ninguém o que Jesus jamais disse... Jesus nunca consolou ninguém dizendo “Que Pena! Tão Novinho!”...


Na realidade, ao olhar o mundo, mais creio e internalizo como verdade a declaração que diz que é preciosa aos olhos do Senhor a morte dos Seus santos!...


O que eu digo [...] você não entende agora, mas compreenderá depois!... 


É justo e sadio chorar os nossos amados...


O que não é certo é perguntar por que em mundo que mata tanto todos os dias, gente que amemos também possa e venha a morrer?...


Além disso, o fato de ter sido um seqüestro seguido de assassinato, do ponto de vista de Jesus, não muda nada; posto que Lhe tenham falado das desgraças e maldades praticadas por Pilatos, ou do acidente idiota na Torre de Siloé, e, a tais narrativas, Ele não acrescentou nada em especial; visto que Dele não se tenha havido um “Oh!”; ou um “Ô”; ou um “Que coisa!”...


Não! Ele apenas disse: “Se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis!”...


O fato é que Jesus não tem misericórdia e pena por ninguém que esteja partindo desse mundo para a morada do Pai!


Você teria?...


Sinto saudades... Choro... Abraço as memórias... Beijo meu filho no meu coração todos os dias... Mas não o traria de volta se pudesse... Sim, jamais desejaria a ele tal maldade de tê-lo de volta a esse mundo, uma vez que dele meu filho esteja livre para sempre...


Você acha mesmo que o sucesso Publicitário é para comparar com o nome dela publicado no Livro da Vida?...


Seu olhar está enterrado neste mundo, e, por isto, fica impossível hoje para você o alegrar-se na Glória de Deus!

Entretanto, eu lhe digo:...


Se tais “perdas” não nos projetarem para Deus pelo menos pelo afeto eternizado por filhos que já se foram para a Casa Eterna, pergunto: quando então se amará a eternidade ainda vivendo neste mundo?...


Será que um crente só deseja e celebra a eternidade quando o câncer já comeu tanto os órgãos, que a dor é tão desesperadora que a pessoa quer ir para Deus não por Deus, mas apenas para ficar livre da dor?...


É mesmo assim?...


Deus é apenas uma alternativa ao desespero da dor sem cura neste mundo?...


Ora, se é assim Deus ainda não é amado por nós!...


Chore! Chore! Chore! Pois dói demais!...


Mas chore enquanto vê sua filha em Glória; e, portanto, ao chorar, chore por você e não por ela; posto que se ela visse você lamentando a gloria dela, ela lhe diria:


“Mãe! Você não viveu para a minha felicidade?... Então, por que se entristece com minha plenitude em Deus?”


Além do que já disse, não tenho nada para dizer a ninguém e nem a você, minha amada irmã no Evangelho e no luto!...


Entretanto, sei que somente o Espírito Santo pode tornar alguém apto para discernir [...] e se consolar com tais realidades invisíveis...


Oro por você e pela sua casa... Oro pelo seu genro... Oro para que vocês se gloriem na esperança da glória de Deus, conforme se mande que seja para quem de fato crê em tudo o que confessa como fé em tempos de bonança...


Receba meu amor e minha solidariedade!


Nele, que ama nossos filhos mais do que em nosso egoísmo a gente consegue conceber o que seja amor,




Caio
30 de setembro de 2009
Lago Norte
Brasília-DF


Fonte: Caio Fabio

18 comentários:

Anônimo disse...

E isso prova que as histórias de Caio Fábio são reais?

Isso prova que aquela história mexicana que ele contou sobre o sememnarista é real? Pode ser... mas sinceramente, espero que não, pois não desejaria isso para nenhuma mulher... mas também espero que seja, pois gosto muito do Caio... apenas a história ficou "muito" mexicana... no entanto... ainda nada, nada, prova de que aquela história era real... nem essa... que pode ou não, ser real...

Afinal, parece que todas as pessoas que enviam e-mail para o Caio Fábio são meio poeta, meio sensível às letras... muito bom para às vezes... apenas às vezes... parecer verdade.

Anônimo disse...

O pessoal que escreve para o Caio Fábio gosta de usar os mesmos "..." que ele usa continuamente no seu texto.

Muito interessante.

Anônimo disse...

Quanto a isso... não há o que dizer. Caio tratou de um tema extremamente delicido e sofrido, com a maestria de quem se entrega a permissão de Deus... Foi muito edificante a leitura dessa carta por mim...

João Paulo Fernandes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Paulo Fernandes disse...

Nessa carta, até o site da vitíma assssinada está presente para todo mundo conferir.Sobre as cartas da " novela mexicana", assim como alguns chamaram, deixo que o Caio mesmo responda:

"Ontem eu soube que há um blog no qual algumas pessoas estiveram perguntando se cartas como a da “nossa querida”, e que me chegam com mais freqüência do que consigo responder, e, nem todas são passiveis de divulgar... — seriam cartas legitimas ou se seriam “pudicamente” inventada por mim..., “com boas intenções”, apenas a fim de “advertir e ensinar” o povo...

Veja só!... Eles seriam capazes disso..., e, por isto..., transferem para mim o que neles é, no mínimo, potencial!...

Assim é a mente religiosa...

Lembra como foi com Jesus?...

Primeiro ninguém o levava a sério...

Depois começaram a ver muito povo à volta Dele...

Então começaram a segui-Lo com o fim de encontrarem algo em que Ele pudesse ser “pegado”...

Assim, vieram as perseguições, discussões, interrupções, chatices... — e os evangelhos estão cheios disso...

Como o povo crescesse e os milagres aumentassem..., começaram a culpar o povo: essa plebe que nada sabe da Lei...

Nesse ponto Jesus mexeu onde não poderia: no Templo...

Curas, milagres e falas chocantes, expulsão dos vendilhões... — procediam Dele... O lugar era o Templo...

Então o Sinédrio se reúne...

Planos são elaborados...

Decidem matá-Lo em nome da Ortodoxia das Doutrinas...

Ora, nessas horas sempre aparece algum Judas...

Portanto, saiba: você ainda terá muita chateação caso leve a sério o que eles aprontarão!...

Assim, fique e vá preparada para tudo...

E não se admire se eles “arrumarem” histórias contra você!

Só peço a Deus que o “Judas” não seja o seu próprio filho... Mas se for..., glorifique a Deus e seja mãe do seu filho com a energia do Pai que está nos céus; o Pai das Luzes; o Deus da Verdade.

Não se intimide com nada...

Naquele hora o Senhor Jesus lhe dará sabedoria a que eles não poderão resistir!...

Sei que você não voltará atrás...

Entretanto, digo o que digo a fim de que você não tenha ilusões quanto ao que acontecerá...

Estou aqui... Eu e muitos irmãos amados!

Receba meu carinho, amor e orações...

Nele, com coragem e gozo no Espírito Santo,

Caio

Anderson Pereira disse...

Para quem não acredita nas cartas de Caio Fábio segue as notícias sobre a morte da jovem publicitária:
http://www.aparecidanet.com.br/?pg=noticia&id=904

Ah quando criticarem saiam do anonimato. Bando de covardes que só sabem criticar.

Anderson Pereira disse...

Segue mais uma prova referente ao caso acima:
http://www.ineditapropaganda.com.br/polyanna/

Em certa parte entendo o ceticismo de alguns ANONIMOS, ainda mais no momento em que vivemos onde muitos movimentos neo-pentecostais, tais como unção financeira dos R$ 900,00, unção do riso, unção do leão, copo com agua e muito mais acabam por mostrar que existe um evangelho sendo pregado que não é o evangelho de Jesus, e sim um evangelho de negócios... mas louvo a Deus pela vida do Pastor Caio Fábio!

Neto disse...

Realmente, não entendi o propósito de se postar essa carta...
Tirando o "bunda bonitinha", que achei impróprio, concordo com a grande maioria das coisas que ele colocou...
Evitando a "falsa consolação", mas até aproveitando esse momento de dor para aumentar a fé no Reino de Deus dessa senhora, e, se ela assim enxergar, encontrará um consolo inimaginável!!!
"Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança." 1 Ts 4.13
E nesse ponto, o Caio ganhou meu polegar estendido. Muito bem discernido, e até por uma pessoa que já passou por isso.

Não concordo com MUITA coisa que o Caio faz. Mas não esqueçamos que todos erramos.
Agora, as coisas que ele ENSINA errado, essas sim, sou TOTALMENTE contra.

Mas, nessa carta, encontrei um texto que eu salvaria em um bloco de notas para ler em outra hora. Achei muito edificante.

Abraço, fique na Paz.

Anônimo disse...

Que tal olhar as reportagens dos jornais de Goiania?

Publicitária assassinada a tiros em matagal
Carro de Pollyana Arruda Borges foi encontrado parcialmente queimado em residencial
http://www.aparecidanet.com.br/?pg=noticia&id=904

http://www.policiacivil.go.gov.br/noticias/publicacao.php?publicacao=56199

João Paulo Fernandes disse...

“Realmente, não entendi o propósito de se postar essa carta”

Neto

O real propósito é a nossa edificação. Mas como? No levando a refletir. Veja só que profundas essas palavras: “Será que um crente só deseja e celebra a eternidade quando o câncer já comeu tanto os órgãos, que a dor é tão desesperadora que a pessoa quer ir para Deus não por Deus, mas apenas para ficar livre da dor?...É mesmo assim?...Deus é apenas uma alternativa ao desespero da dor sem cura neste mundo?...Ora, se é assim Deus ainda não é amado por nós!..."

Outro motivo que também me levou a postar essa carta, talvez tenha sido a mesma coisa que motivou a mãe questionar a morte da filha. Vou tentar ser mais claro.
Sabe qual é o erro?! É que na igreja ouvimos aquele discurso mentiroso de que o povo de Deus tem “cuidados” especiais, que não pode ser atacado pelo inimigo (e por inimigo entenda-se tudo aquilo que nos fizer mal) e essa balela toda. E passagens bíblicas como o Salmo 91 são, a todo momento, usados para reforçar o quão o povo de Deus é inatingível! "Nós que somos crentes não deveríamos ser guardados por Deus dessas coisas trágicas? Confesso que volta e meia me faço esse tipo de pergunta, apesar de crer na providência e cuidado de Deus. É confuso às vezes..."

É essa a idéia que algumas pregações passam por aí, afinal "somos cabeça e não cauda !" A vitória é nossa ! Tomemos posse dela !".... E ainda deixamos a Bíblia aberta no salmo 91, a Bíblia vira um amuleto ...sei lá. Daí, ficamos pensando que somos super-heróis da fé que nada pode nos atingir.

Daí, pense só, uma mãe que se orgulha e se sente abençoada por ter sua filha nos caminhos do Senhor, que se sente protegida, pois está debaixo da sombra do Onipotente. Ela tem fé que Deus protegerá sua família de todo laço do passarinheiro.
Quando, um dia ela recebe a notícia que sua filha foi assassinada. Seu questionamento, na verdade, tem um tom de reivindicação, afinal falaram pra ela que “o que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente” estaria a salvo. E então pq aconteceu isso com ela?? Pq sua filha, que obedecia a Jesus, foi assassinada??
É aí que vemos que o discurso da igreja quando confrontado com a realidade desmorona. DESMORONA!!!

Todo mundo quer ir pro céu, e ter a certeza que os familiares também irão. Mas no fundo ninguém quer morrer, nem perder nenhum ente querido. Como nós somos complicados!

João Paulo Fernandes disse...

Anderson Pereira

Obrigado por enviar essas notícias,para aqueles que achavam que era mentira, as provas estão aí.
Por respeito a família,a dor que todos estão sentindo nesse momento, não postarei as notícias no blog, pois vai ficar a impressão (para muitos), de sensacionalismo. Mss que Deus tenha misericordia daquela mãe e que a Pollyana hoje possa estar gozando da graça prometida ao que aceitaram a Jesus com Senhor de suas vidas.

Neto disse...

Caro João Paulo Fernandes.

Sim, eu entendi a tremenda edificação que vem da carta do Caio Fábio. Tanto que eu até mudei meu modo de enxerga-lo!

Eu até disse que "concordo com a grande maioria das coisas que ele colocou...", e "Evitando a "falsa consolação", mas até aproveitando esse momento de dor para aumentar a fé no Reino de Deus dessa senhora, e, se ela assim enxergar, encontrará um consolo inimaginável!!!"

Eu disse também que "nesse ponto, o Caio ganhou meu polegar estendido. Muito bem discernido, e até por uma pessoa que já passou por isso." e concluí que "nessa carta, encontrei um texto que eu salvaria em um bloco de notas para ler em outra hora. Achei muito edificante."

Quando fiz a pergunta "Realmente, não entendi o propósito de se postar essa carta", é porque eu PENSEI que o irmão tinha postado essa carta pra "provar" que as cartas do Caio Fábio que são mostradas por aí (e muitas contem textos fortissimos) NÂO SÃO FARSAS, ou seja, no meu entendimento, você quis mostrar "quem é" o Caio Fábio na realidade. E, como muitos outros blogs que vi tinham falando mal dele, achei que você também o faria.

Aí, quando li esse texto edificante, perguntei: "Ué, não entendi porque ele postou"...

Mas percebi, mais tarde, que foi engano meu imaginar isso.

Está de parabens por posta-la. Foi um tapa na cara do nosso mundanismo.

Um abraço, Deus abençoe.

João Paulo Fernandes disse...

Sem problemas, te mandarei só para o purgatótio!
Brincadeira irmão, Deus abençoe sua vida ricamente.

Kênia disse...

QUERIDOS IRMÃOS,
EU SOU A TIA DA POLYANNA E ESTAVA SENTADA NO CHÃO, AO LADO DA MÃE DELA, ENQUANTO ESCREVIA A CARTA AO CAIO FÁBIO.POR VÁRIAS VEZES ESCONDI MEU CHORO PARA QUE ELA NÃO DESISTISSE E CHEGASSE ATÉ AO FIM DA PROCURA DE UM CONSOLO,NO SEU DESABAFO.
FOI UM MOMENTO, EU CREIO,EM QUE DEUS ESTAVA SUSTENTANDO-A,POIS NÃO FOI FÁCIL.
QUANDO VEIO A RESPOSTA, ALGO NOVO PARECIA TER IMPACTADO OS NOSSOS CORAÇÕES.
TODOS OS NOSSOS AMIGOS E FAMILIARES FORAM INCOMODADOS POR UMA EDIFICAÇÃO.
NÃO POSSO RESPONDER PELA MINHA IRMÃ ,EM QUE ESSA CARTA GEROU NO SEU CORAÇÃO,MAS POSSO LEMBRAR DA CENA EM QUE ELA SE ABRAÇOU COM UMA ALMOFADA E DEITADA NO TAPETE DISSE:"ELE ME RESPONDEU".
FAÇO PARTE DE UMA IGREJA EVANGÉLICA EM GOIÂNIA E TODOS OS NOSSOS AMIGOS ESTÃO ABSOLUTAMENTE CRENTES QUE "DEUS" FALOU COM ELES ATRAVÉS DO Pr.CAIO.
ISSO NOS EDIFICA E NOS DÁ ESPERANÇA NOS PROPÓSITOS DE "QUEM" NOS DEU A VIDA.PRECISAMOS DE ORAÇÃO PARA QUE NA FÉ POSSAMOS NOS RESTABELECER EM CRISTO JESUS.
QUE A PAZ DO SENHOR ESTEJA COM TODOS!

Anônimo disse...

Eu sinceramente não acredito nas palavras do pastor Caio.Tudo q ele fala são coisas que ele acredita mas não prova absolutamente nada!É muito facil falar so o que o povo quer ouvir,dificil é aguentar a realidade!Por isso inventam o possível para acalentam os coraçoes daqueles que estão sofrendo!Quem poderia realmente dizer a verdade é Deus,e ñ um homem,um pobre relez mortal,assim como todos nós!

Anônimo disse...

A questão não é a recompensa da eternidade ou do desapego que segundo alguns temos que ter a cada momento de dor. O que ocorre é que o sofrimento da perda é imenso. Não vivemos nas nuvens, nem em um mundo irreal. Vivemos em um mundo concreto, real e cruel que ao ceifar a vida de nossos jovens, rouba o direito de viverem o dom mais precioso concedido por Deus. O dom da vida! Só quem passa sabe o que quero dizer. Minha solidariedade a essa mãe que tal qual a mim, vive a revolta , a dor e a saudade.

Anônimo disse...

Perdi minha filha com 20 anos, de forma trágica, até hoje não foi desvendado o mistério da morte dela, sofri muito, sou solidária a esta mãe, pq sei o quanto ela esta sofrendo. Mas sempre procurei respostas. Agora Caio Fábio, me fez ver o qto sou egoísta, pq não agradeci a Deus o privilégio que tive de ser mãe dela por 20 anos, Muito Obrigada Deus. e Obrigada por estas palavras de Caio Fábio que só veio confortar e aceitar a vontade de Deus. Que Jesus Cristo abençõe esta família, a saudade vai ser grande, mas a convicção de que ela está num mundo melhor nos ajuda. Força mãe, Deus alimentará vc todos dias, sempre, e continue firme na fé. Síria Magal

cardoso disse...

Hoje, 20/12/2011 fui presenteado com a leitura de uma carta da mãe da publicitária Polyana daqui de Goiania assassinada por verdadeiros monstros que afinal forama todos presos graças a eficiencia de delegados da polícia de nossa Capital, para alívio da família enlutada. Essa carta foi endereçada ao pastor Caio Fábio que respondeu à sofrida mãe com palavras dígnas de serem guardadas dentro de cada um de nós e cultivadas pela família enlutada, pois expressam a verdade, somente a verdade sobre a vida e a fé que devemos ter para com DEUS a fim de alcançarmos a PAZ na plenitude eterna quando daqui partirmos, pois não se busca DEUS pelos caminhos da ilicitude quando o egoismo, a luxúria e o orgulho são fatores prioritários nessa caminhada. Estou já trilhando o último percurso a ser cumprido nessa vida terrena e tenho comigo o grande troféu da longevidade que DEUS destina à muitos e quero fazer dessas cartas, a que pede e a que dá, mais um grande aprendizado de vida enquanto ha tempo.
Ariston Álvares Cardoso-Goiania-Goiás.

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada