quinta-feira, 30 de julho de 2009

Bispo britânico suspende pias de água benta devido à gripe suína

Um bispo de Igreja Anglicana na Grã-Bretanha enviou uma diretiva às igrejas de sua diocese recomendando que elas suspendam o uso de pias com água benta para evitar a contaminação pela gripe suína.

No documento, John Gladwin, bispo da cidade de Chelmsford, no sudeste da Inglaterra, afirma que as pias “podem se tornar uma fonte de infecção”.

“Algumas igrejas têm pias de água benta perto das portas, e as pessoas são convidadas a mergulhar seus dedos nelas e fazer o sinal da cruz”, diz a diretiva.

“A água contida nestas pias pode facilmente se tornar (...) um meio de dispersão do vírus. Esta prática deve ser suspensa e as pias, esvaziadas e limpas, deixando de ser usadas até que o alerta de pandemia termine”, afirma o bispo.

Apesar de dizer que as igrejas devem continuar funcionando “normalmente”, o bispo faz uma série de recomendações para evitar a dispersão do vírus, e afirma que os clérigos devem tomar cuidados especiais com o material utilizado nos rituais.

“É recomendável usar um gel desinfetante antes de manusear o pão e os cálices (…) e a prática de administrar a comunhão diretamente na língua (dos fiéis) é fortemente desencorajada. Estes costumes aumentam a possibilidade de espalhar o vírus.”

Visita a doentes

O bispo ainda pede que os membros da congregação que apresentem sintomas da gripe evitem comparecer a igrejas e outras reuniões.

Além disso, as visitas de clérigos a pessoas doentes também não são recomendadas. Em vez disso, ele afirma que os doentes devem ser contatados por “telefone, internet e outros meios”.

“O risco de contaminação é muito alto, e um religioso fazendo uma série de visitas pastorais pode espalhar a infecção, assim como se tornar mais suscetível a infecções.”

“Caso a visita seja absolutamente necessária, se alguém está tão doente que pode estar à beira da morte (…), então o sacerdote deve usar equipamento de proteção, como luvas, avental e máscara facial”, diz o documento.

Fonte: BBC Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada