sábado, 9 de maio de 2009

A vida como ela é



Temos que entender que a vida é como uma caixinha de surpresas, e as vezes temos que provar alguns "docinhos" com recheios bem amargos ...


Os dias ensolarados da vida as vezes são interrompidos pelo surgimento abrupto e inesperado de um rigoroso inverno, não previsto pelo "serviço de meteorologia", mas certamente permitido por Deus (lebremo-nos dos sofrimentos do patriarca Jó).

O único tempo sobre o qual podemos exercer alguma ação concreta é o que estamos vivendo agora, pois as ações passadas já se concretizaram, tenham sido para o bem ou para o mal.

Dos pecados passados, devemos nos arrepender, confessá-los a Deus e repararmos o dano, se possível for, como fez o personagem bíblico de nome Zaqueu, que restituiu aos que lembrou ter roubado.

Da parte de Deus para nós, através de Cristo, há provisão de perdão até para os pecados dos quais nem nos lembramos. Esta percepção o salmista Davi tinha bem presente em sua mente e em seu coração, quando escreveu: "Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos" (Salmos 19: 12).

No mais, é seguir em frente, crendo Naquele que "é o mesmo ontem, hoje e eternamente" (Hebreus 13:8).

Louvado seja o nome de Jesus !

Por: Fernando Sampaio
Recife - PE

2 comentários:

O baú disse...

Olá joão Paulo!
Passando pra retribuir o comentário e dizer que conheço seu blog sim, mas fazia um tempinho que não passava por aqui!
Muito sucesso pra vc e que Deus te abençoe!

João Paulo Fernandes disse...

Olá querida! Obrigado de coração pelo seu comentário e participação no blog.
Espero que continue conosco.
Deus te abençoe!

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada