terça-feira, 12 de maio de 2009

Os evangélicos distantes da adoração bíblica...



Curiosamente, o substantivo "adoração" não aparece na Bíblia. E o substantivo "adorador" aparece apenas uma vez, em João 4:23.
Nos Estados Unidos surgiu até uma classe clerical para cuidar do assunto: são os chamados "worship leaders" (líderes de adoração) cujos correspondentes no Brasil vêm a ser os "ministros de louvor" (sic), os quais invariavelmente são músicos, ou pretendem ser. Tal classe é um sub-produto das mega-igrejas e da indústria de entretenimento "gospel" americanas, coisa que, infelizmente, se reproduz no Brasil.
aí está o primeiro problema: adoração tornou-se uma especialidade, uma parte do culto, que pode não acontecer se não houver um líder de adoração com seus respectivos colaboradores, também músicos. Portanto, adoração deixou de ser o culto propriamente dito, para ser uma parte dele.

E em relação a essa questão temos outro problema: tais líderes de adoração, ou seus equivalentes, passaram a assumir cada vez mais papeis que não lhes cabem nos cultos. Músicos são músicos, estão ali para executar e liderar a música, e não para fazer longas orações e longos discursos, quase sempre iguais e cansativos. Ou, pior ainda, para à moda de comunicadores de TV em seus programas mundanos, bradar palavras de ordem para o povo fazer isso ou aquilo.
Sei que alguns vão torcer o nariz para o que está dito aqui, talvez nem terminarão a leitura, mas o propósito deste meu humilde escrito é despertar os irmãos para buscarem na Bíblia o verdadeiro significado da adoração e praticá-lo. Pois muitos de nós estamos caindo no mesmo pecado do povo de Israel, que "inventou" uma adoração que Deus repudiou: "Esse povo ora a mim com a boca e me louva com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.

Fonte: Pastor Sívio Macri

2 comentários:

Thays disse...

Parabéns pelo post... ele expressa a minha posição quanto a esses "lideres de adoração", faço parte do grupo de louvor da minha igreja e tenho convivido com esta triste realidade, o que tem acontecido é isso mesmo que vc citou, "me louvam com seus lábios mas o seu coração está longe de mim", é incrível, durante o ensaio é só briga, discussão, um tem raiva do outro, mas na hora do culto, são tds "super crentes", falam palavras bonitas, agradáveis aos ouvidos citam versículos, uma hipocresia só... triste realidade...

Thayssa Taranto disse...

João Paulo,

Faço das suas palavras as minhas.
É bom saber q não estou sozinha com a minha crítica e q outros cristãos tb perceberam isso.
Confesso q por alguns momentos me sentia extremamente culpada quando dizia para as pessoas da igreja q não tenho paciência pra louvores muito longos, e essas pessoas me diziam: "ai, irmã, q isso, se vc não gosta de louvar a Deus tem alguma coisa errada com vc".
Hj já me sinto mais em paz em relação a isso, pq o q as pessoas não entendem é q louvar é muito mais q música... Posso louvar a Deus com o ato de arrumar a minha casa, fazer comida pro meu marido, estudar, executar bem o meu trabalho, etc. sem necessariamente estar "cantando".
Quando vc falou nos ministros de louvor q ficam "pregando" ou falando "palavras de ordem" fiquei rindo sozinha, pois é exatamente assim q eles fazem... E é sempre tudo tão calculado e repetitivo q até me desconcentra da minha adoração a Deus... q Ele me perdoe, mas não consigo não ficar com raiva diante de frases do tipo "feche seus olhos e adore o senhor", "fale pra ele o q vc está sentindo", "o Espírito do Senhor está neste lugar" etc.
Isso sem contar nos ministros exibidos q acham q tão num palco, e não num púlpito.
Eu particularmente adoro cantar, mas quando uma irmã lá da igreja me perguntou se eu não tava a fim de entrar pro louvor falei pra ela q não, pq gosto mesmo é de videokê. Lá posso me exibir a vontade, sem precisar ficar posando de espiritual pra ninguém... Pq realmente, o q motiva muitas pessoas a entrarem pro louvor são os holofotes, e não o ministério em si... Por isso é q os "ministérios de louvor" sempre tem muita gente e nos outros muitas vezes faltam voluntários.

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada