domingo, 17 de maio de 2009

Curiosidade - Padre polonês lança "Kama Sutra católico"


Um padre polonês escreveu um guia prático e teológico sugerindo como casais casados podem melhorar sua vida sexual. O objetivo do padre Ksawery Knotz ao escrever o livro Sexo como Você não Conhece - para Casais Casados que Amam Deus foi acabar com as atitudes excessivamente conservadoras de muitos fiéis.

O livro já está sendo chamado no país de "Kama Sutra Católico". O religioso franciscano explica que sexo no casamento não deveria ser enfadonho, e sim "apimentado, surpreendente e cheio de fantasia". O livro, que tem o apoio da Igreja Católica da Polônia, é um sucesso de vendas.

A editora Sw. Pawel está preparando mais cópias depois que 5 mil foram vendidas em poucas semanas.

"Kama Sutra Católico"
"Algumas pessoas, quando escutam falar no caráter sagrado do sexo no casamento, imaginam imediatamente que esse tipo de sexo tem que ser desprovido de alegria, brincadeiras e posições atraentes", escreveu o Knotz no livro.

"Cada ato - um tipo de carícia, uma posição sexual - com o objetivo de excitar é permitido e agrada a Deus. Durante a relação sexual, casais casados podem demonstrar o seu amor de todas as maneiras, (eles) podem fazer um no outro as carícias mais desejadas."

Knotz acredita que o sexo é uma forma importante de marido e mulher expressarem o seu amor e ficarem mais perto de Deus. "Casais casados celebram o seu sacramento, sua vida com Cristo, também durante o sexo", escreveu.

"Chamar o sexo de celebração do sacramento do casamento eleva sua dignidade de uma maneira excepcional. Uma declaração como esta choca pessoas que aprenderam a ver a sexualidade de uma maneira ruim. É difícil para eles entender que Deus também quer que eles tenham uma vida sexual feliz e, por isso, deu a eles este presente."

O padre Knotz ressalta que o livro não diverge da visão da Igreja sobre o sexo. Ele desencoraja o uso de anticoncepcionais, dizendo que "levam um casal casado para fora da cultura católica e a um estilo de vida completamente diferente".

O autor do guia sobre sexo também rejeita o argumento dos que colocam em dúvida a competência de um monge celibatário para escrever sobre sexo. Ele diz que sua experiência vem do aconselhamento a casais casados e da administração de um website que oferece conselhos sexuais há quase um ano.

Fonte: Terra

2 comentários:

Anônimo disse...

Ele tá pensando em muita coisa que não deve, não é?

João Paulo Fernandes disse...

kkkkkkkkkkk...É verdade!

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada