segunda-feira, 2 de março de 2009

" Pai, afasta de mim esse cálice"



O silêncio é praticamente uma concordância, contra tudo que estão fazendo a igreja de nosso SENHOR.

Não devemos ser omissos, pelo contrário, temos que denunciar pregando a verdade do evangelho.

Não podemos cruzar os braços diante de tantos sofismas, não podemos lavar as mãos como fez Pilatos; temos que lutar pela fé evangélica; tentando resgatar, das garras desses lobos vestidos de ovelhas a igreja que DEUS comprou com seu próprio sangue (At 20: 28).

É duro falar neste tom, mas é assim que devem ser tratados os falsos pastores.

O apóstolo Paulo falando aos filipenses, chamou os judeus eram de sua antiga fé de: cães, maus obreiros e falsa circuncisão (Fl 3: 2).

Ainda no Cp 3 de filipenses, Paulo considerou como refugo (restos inúteis), o que havia aprendido no que tange a religião.

O apóstolo das gentes enfrentou o sistema religioso de sua época, pregando para que seus patrícios viessem apostatar de Moisés (At 21: 21). - Apostatar de Moisés era deixar o legalismo (613 ordenanças).

Bom, se Paulo o apóstolo das nações teve coragem de falar abertamente, porque devemos nos acovardar diante dos “poderosos” dessa época?

Fonte: Pastor Aloísio

2 comentários:

Teóphilo Noturno disse...

É por isso que eu "boto a boca no trombone"!!!
Aliás, veja lá em:

http://teophilo.blogspot.com/2009/03/literalmente-selado.html

Acho que tem seu nome em algum lugar dessa postagem...

Um abraço!

João Paulo Fernandes disse...

Obrigado pela indicação. Fico verdadeiramente lisonjeado! Brevemente estarei fazendo minhas indicações. Grande abraço e continue conosco!

* Tô resolvendo aquela questão da radio do blog que vc me falou.

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada