segunda-feira, 9 de março de 2009

Justiça rejeita pedido para fechar templos da Renascer



A Justiça de São Paulo rejeitou pedido do Ministério Público para fechar os templos da Igreja Renascer em Cristo no Estado. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, no julgamento de agravo de instrumento, pelo desembargador José Helton Nogueira Diefentaler Jr., da 7ª Câmara de Direito Público de São Paulo. Não cabe mais recurso.
A ação pública que pedia o fechamento dos templos começou no dia 30 de janeiro, menos duas semanas após o desabamento da sede da igreja, na rua Lins de Vasconcelos, Cambuci, região central. Nove mulheres morreram na tragédia, que deixou ainda mais de cem feridos.
A ação foi movida por Mabel Schiavo Tucunduva de Souza, promotora de Justiça da Habitação e Urbanismo, e já havia sido rejeitada outras duas vezes em julgamento na 2ª Vara da Fazenda Pública. A promotora apresentou à Justiça uma lista de templos da Renascer que estariam irregulares. A igreja negou e forneceu documentação que acabou sendo aceita pela Justiça.

Brasília em Tempo Real

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe um comentário

 
Pesquisa personalizada